Iluminação para o Quartos: como escolher?

A iluminação é uma das partes mais importantes na decoração de uma casa.

A iluminação ajuda a valorizar os aspetos positivos de uma decoração e a ultrapassar alguns problemas.

Qual a iluminação ideal para um quarto? É importante escolher a iluminação certa para o quarto para evitar que crie sombras e a luz que fornece seja demasiado fria para um local.

Deve procurar algo que torne a atmosfera íntima e acolhedora.

Como escolher a iluminação para o quartos

A opção correcta são diversas luzes baixas colocadas estrategicamente. Um candeeiro ou luminária em cima da cómoda.

Opte por apliques junto à cama ou luzes na mesa de cabeceira e um candeeiro de pé alto junto a um sofá ou cadeirão.

Convém que esta diversidade de fontes de luz seja controlada por um regulador de intensidade já que isso permitir-lhe-a criar o ambiente desejado consoante a ocasião.

As lâmpadas dos candeeiros da mesa de cabeceira devem ser de potência média, ou seja, 60w são suficientes.

Junto ao guarda-fatos as lâmpadas podem ser halogêneas e de 50w.

No quarto das crianças deve existir uma luz geral que ilumine perfeitamente o espaço.

É importante para que os seus filhos possam brincar e ler sem esforço.

Lembre-se que as crianças não se vão sentar num determinado local para ler, abrem o livro onde lhes apetece.

É importante que possam ver bem as letras sem forçar a vista, o que lhes causaria, entre outros problemas, dores de cabeça.

Na mesinha de cabeceira opte por um aplique ou um candeeiro com uma lâmpada de 40 a 60w.

Na escrivaninha, prefira uma lâmpada de halogéneo de 60w.

Imagens do Pinterest.

Se não tem espaço para ter uma mesa de cabeceira instale na parede ou na cama um aplique de braço extensível. É muito prático !

Invista algum tempo na escolha da iluminação do seu quarto, valorize o aspeto funcional primeiro e só depois o estético.

Bianca Cavalcanti

Profissional graduada em Arquitetura e Urbanismo, pós-graduada em Design de Interiores com experiência em desenvolvimento de projetos arquitetônicos, de acessibilidade, paisagísticos e acompanhamento na elaboração de projetos de interiores e no detalhamento e especificação de materiais.